Outra metamorfose de Kim Kardashian: assim como Cher

kim kardashian

Primeiro, a sessão habitual para Marilyn Monroe e agora Cher, o que será o próximo?

Parece que os diretores de arte já não veem a graça de Kim Kardashian, nem as tendências naturais e de interpretação. Ou talvez seja ela quem faça menos esforço para modificar seu corpo e seu “olhar” para alcançar relevância suficiente para revistas. Seja como for, esta é a terceira capa em que vemos uma caracterização de Kim Kardashian em outra mulher, e está se tornando um jogo divertido para ver se cada metamorfose é mais impactante do que a anterior. Vamos acabar vendo ela vestida em Elvis?

Sua primeira grande caracterização é sempre uma obrigação para todas as “celebridades” que estão onde estão com o seu corpo esbelto e sua beleza. A costumeira e já conhecida sessão de caracterização em Marilyn Monroe. Foi em 2015 e para a edição brasileira de ‘Vogue’, que descreveu em duas frases o resultado decepcionante: Kim tem mais a ver com Jayne Mansfield do que com Marilyn. A segunda vimos esta semana: A “Entrevista” colocou-a no papel de Jackie Kennedy, metamorfoseada em Primeira Dama.

A terceira vez, uma que vem até com um anel no dedo, apresenta-nos no estilo mais puro de Cher, uma semelhança que já havia sido apontada devido à sua tendência para as extensões exageradas além da cintura. Caracterizada como Cher ela aparece na capa da edição árabe de ‘Vogue’, vestida com algum modelo do seu estilista: Bob Mackie. “Estou obcecada com ela”, diz Kim na entrevista. “Os vestidos transparentes que hoje chamam tanta a atenção, ela já os usava nos anos 70!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *