Mitos e verdades sobre tratamentos e cuidados com a pele

cuidados com a pele

Considerando que a pele é o nosso maior órgão e certamente a mais visível, a maioria de nós concorda que cuidar dela é importante. Nós somos bombardeadas diariamente com horas e horas de comerciais na televisão ou até mesmo nas redes sociais com tratamentos faciais e outras intervenções sobre cuidados com a pele. Mas, como separar aquilo que é realidade de todo o fluxo de confusão que não faz muito sentido?

Para esclarecer alguns pontos eu conversei diretamente com alguns esteticistas. Este artigo é o resumo de uma longa conversa para desvendar alguns mistérios e enganos sobre limpeza de pele, hidratante para o rosto e outros procedimentos.

De acordo com os esteticistas consultados, os cuidados com a pele geralmente incluem alguma variação de determinados passos: uma limpeza completa da pele; uma análise de pele; esfoliação; extração de cravos, poros entupidos e espinhas, se necessário; massagem facial; uma máscara de tratamento; e a aplicação de soros, hidratantes e protetores solares. Às vezes, o tratamento para o rosto inclui até uma massagem para mãos e braços, tudo na busca do relaxamento que faz bem para a pele.

Para as mulheres que querem preservar a pele sempre jovem, eles recomendaram tratamentos faciais trimestrais, começando com a idade de 25 anos. Além do uso de cremes hidratantes, cremes antirrugas e cremes rejuvenescedores. Desde que os produtos sejam testados e de qualidade confiável, antialérgicos e seguros, nunca é demais usar cremes para proteger o rosto em todas as situações do dia e da noite.

Alguns cremes são indicados para a pele no período do sono. Enquanto dorme as células da sua pele recebem os cuidados para manter a aparência saudável.

Faça uma limpeza de pele antes de qualquer cuidado

Antes mesmo da limpeza, conheça a sua pele e saiba dos limites. Alguns cremes podem causar problemas de alergia. Por isso é importante assegurar que os produtos que vai usar são antialérgicos, não testados em animais e siga as instruções e recomendações do fabricante.

Um dos esteticistas com quem falei disse que, obtendo uma análise adequada da sua pele, você aprenderá muito sobre o seu tipo de pele para atender adequadamente as necessidades da pele. Ele afirmou que a maioria das pessoas está usando os produtos errados para o tipo de pele e isso faz com que a pele fique sensibilizada e vulnerável.

Em uma pesquisa online, encontrei um blog de um esteticista que era bastante enfático sobre como um profissional é o único que está melhor qualificado do que a maioria para recomendar produtos e tratamentos tópicos, afirmando que os esteticistas têm à sua disposição uma grande variedade de produtos de cuidados da pele que são realmente usados por profissionais. Saiba como usar esses produtos corretamente.

Sem o treinamento e o conhecimento de um esteticista licenciado, encontrar os produtos certos para sua pele pode ser um esforço inútil. Esta é uma mensagem com a qual eu certamente posso concordar – as seções de cosméticos da maioria das grandes lojas ou até mesmo a maioria das farmácias possuem uma série vertiginosa de opções, e o marketing e a embalagem podem seduzir até mesmo os cientistas mais lógicos.

Os produtos de limpeza de pele, os cremes hidratantes e outros produtos podem até trazer benefícios psicológicos quando usados de maneira adequada e em combinação com dietas saudáveis e proteção contra os raios nocivos do sol.

hidratante para o rosto

O aspecto psicológico

Este é um ponto em que os esteticistas insistem bastante- o impacto psicológico que o tratamento facial pode ter. Eles alegam que o efeito relaxante, por exemplo, de um creme rejuvenescedor beneficia muito mais que sua pele, ou seja, a sua saúde mental e física em geral. Um destes profissionais afirmou que o estresse da vida diária deixa marcas em sua pele, então, cuidar por uma hora a mais e relaxar e concentrar-se em você, irá ajudá-la física e emocionalmente.

É claro que alguns tratamentos faciais são um luxo por causa do dinheiro e do tempo gasto, mas pense no fato de ter mais de uma hora de tempo protegida, longe do celular, do zumbido do mundo e da corrente de e-mails. Não há como subestimar o poder de um pequeno descanso, relaxamento e rejuvenescimento.

Os esteticistas com os quais falei e os blogs que li continuaram a discutir outros benefícios médicos para tratamentos faciais: regulação do sistema imunológico, desintoxicação, redução no acúmulo de fluídos, esfoliação e drenagem linfática. Os tratamentos faciais antioxidantes foram considerados como contendo nutrientes de combate radical que ajudariam a remover poluentes do corpo.

As correntes elétricas de alta frequência também foram efetivas como parte de um tratamento facial, com alegações de que aumentariam a circulação sanguínea, aumentariam a produção de colágeno e elastina, eliminariam toxinas e bactérias, estimulando a drenagem linfática, esfoliando as células mortas da pele e melhorando os cuidados com a pele na absorção do produto.

Eu me aproximei por algumas destas afirmações, mas não abro mão do meu creme rejuvenescedor e nem do hidratante para o rosto.

A importância da saúde da pele em qualquer tratamento

Eu decidi fazer uma consulta mais profunda com a equipe de dermatologistas sobre os produtos de cuidados com a pele e sobre a melhor forma de manter a pele juvenil, desta vez com foco em produtos normalmente vendidos nos balcões das farmácias. Cada um de nossos especialistas mencionou que a única coisa mais importante a lembrar ao tentar manter a pele juvenil é a aplicação diária de protetor solar – especialmente aqueles com dióxido de titânio ou óxido de zinco, que são bloqueadores físicos atuais do sol.

De acordo com a maioria dos profissionais, a proteção solar é a única coisa mais importante para garantir que sua pele fique bem por muito tempo, mesmo com o passar dos anos. Todas as outras coisas que você poderia fazer para a pele são pequenas em comparação aos cuidados e a proteção contra os raios solares – e não é apenas o uso de um bom protetor solar, mas também roupas e chapéus para se proteger adequadamente quanto estiver exposta ao sol.

E quanto a outros produtos, como limpeza e banho? Sobre este ponto, um dos esteticistas apontou que as pessoas costumam usar sabonetes sem a preocupação com o a sua composição ou pureza. Ele observou que é surpreendente o número de pessoas que visitam a clínica reclamando que a pele secou ou a pele ficou escamosa, especialmente no inverno, e isso é devido ao uso de sabonetes sem propriedades específicas de hidratação ou cuidado com a pele.

Soluções simples às vezes são as mais eficazes…

O objetivo dos sabonetes é remover óleos, mas a pele precisa de um pouco de óleo e umidade. Se todos usassem sabonetes hidratantes, nós reduziríamos o número de visitas ao dermatologista.  Um deles comentou que se a pessoa usar somente vaselina à noite para tirar a maquiagem, ao invés de sabonetes, e limpando o excesso com um lenço de algodão (não de papel), isso cria uma barreira e mantém a pele sempre hidratada.

Quando perguntei aos dermatologistas se deveria haver uma diferença entre os produtos que você está aplicando diretamente sob seus olhos e o resto do rosto, um deles disse que a pele sob os olhos é tão fina que você teria uma reação muito mais visível a um irritante naquela parte do rosto, por isso é razoável usar um produto que hidrate sem outros componentes, e ao mesmo tempo observou: A vaselina também funciona lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *